Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

MPF recomenda ação emergencial contra garimpo ilegal no rio Madeira

O Ministério Público Federal defende que órgãos e autarquias federais e estaduais atuem de forma integrada na região, que fica no Amazonas, em até 30 dias
MPF recomenda ação emergencial contra garimpo ilegal no rio Madeira
Foto: Reprodução/Redes

O Ministério Público Federal recomendou a adoção emergencial de ação coordenada para conter o garimpo ilegal de ouro no rio Madeira, no município de Autazes, no Amazonas, em até 30 dias. A região foi invadida por dezenas de embarcações há pelo menos 15 dias.

O MPF defende que órgãos e autarquias federais e estaduais atuem de forma integrada no local.

“Pelo porte da ‘invasão garimpeira’, a repressão eficiente da atividade exige, necessariamente, esforços coordenados de agências governamentais diversas, cada qual dentro de suas atribuições, com papel destacado para a atividade repressora e de policiamento ambiental dos órgãos integrantes do Sisnama (Sistema Nacional do Meio Ambiente) — o Ibama, em nível federal, e o Ipaam, em nível estadual”, diz trecho da recomendação.

Como mostramos mais cedo, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou a jornalistas em Brasília que a Polícia Federal e a Marinha preparam uma ação na região.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....