ACESSE

MPF-SP pede arquivamento de parte do inquérito aberto pelo STF

Telegram

O MPF em São Paulo pediu o arquivamento de uma parte do inquérito aberto pelo STF sobre supostos ataques a ministros enviada a São Paulo.

O caso envolve um investigado alvo de diligências em abril por divulgação de mensagens consideradas ofensivas, residente no estado.

 

Como o alvo dessa investigação é uma pessoa sem foro privilegiado, Moraes enviou o pedido para a Justiça Federal, que poderá agora arquivar essa parte.

No pedido de arquivamento, feito diretamente a Alexandre de Moraes, o MPF usou os mesmos argumentos da PGR para arquivar todo o inquérito.

“O fato de o STF ter instaurado a investigação de ofício, ou seja, por iniciativa própria, sem a atuação do Ministério Público Federal, e descrito o objeto da apuração de forma ampla e genérica, o que contraria o devido processo legal”, diz o MPF-SP.

O restante do inquérito, que abrange outros casos, continua conduzida pelo ministro no STF.

 

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

CENSURA À IMPRENSA: A ESCURIDÃO REALMENTE PASSOU? Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 51 comentários