Múcio: Dilma perseverante nas irregularidades

Tanto em 2014 quanto em 2015 despesas primárias e nominais deixaram de ser registradas pelo governo da ex-presidente Dilma, disse o relator José Múcio na apresentação do seu voto agora no TCU.

“Não se trata de mera conduta irregular, mas perserverante omissão em passivos que impactam na situação da União”, disse Múcio, durante o julgamento das contas de Dilma.

A situação encontrada em 2015 foi igual à do exercício de 2014.

Faça o primeiro comentário