Mudamos de ideia

Pensando bem, O Antagonista concorda com a descriminalização do consumo pessoal de drogas. Faria florescer um setor pujante, fonte de ainda mais impostos para os ótimos governos que se sucedem no país. As favelas virariam bairros fantásticos, dotados da mais completa infraestrutura.

Todos os países civilizados só se tornaram civilizados por causa da maconha, da cocaína, da heroína, do crack e assim por diante. Como só pensaram nisso agora?