Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mudança no CNMP vai 'reprimir e inibir' atuação de procuradores, diz ANPR

Mudança no CNMP vai reprimir e inibir atuação de procuradores, diz ANPR
Foto: ANPR

O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, Fábio George Cruz da Nóbrega, criticou a aprovação da admissibilidade, na CCJ da Câmara, da chamada PEC da Vingança, que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público.

A proposta dá ao Legislativo e retira do Ministério Público o direito de indicar um dos integrantes do órgão, que julga condutas dos procuradores em processos disciplinares. Além disso, permite a nomeação de um corregedor de fora do MP e a participação de ministros do Supremo e do STJ no colegiado.

“A PEC 5/2021 rompe com o equilíbrio necessário para que a análise disciplinar sobre os membros do MP ocorra de forma a ter um caráter predominantemente técnico e não político”, afirmou Fábio George.

“Terá serventia, unicamente, para buscar reprimir e inibir atuações enérgicas e corajosas dos membros do Ministério Público brasileiro contra a corrupção, o crime organizado e em defesa da sociedade brasileira.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO