Muito além da cueca

A Época traz uma reportagem sobre o pagamento de propina ao petista José Guimarães, o Capitão Cueca do partido:

“Trata-se de um acordo especial: é o primeiro fechado por um operador do PT. Foi homologado há poucos dias pelo ministro José Antonio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. A pedido do delator, que teme pela vida, seu nome é mantido em sigilo pela Procuradoria Geral da República. Trata-se de uma exceção, permitida por lei, no padrão de tratamento das delações obtidas pela Lava Jato. ÉPOCA teve acesso à delação do petista. Para cada caso que conta, ele lista uma série de documentos fornecidos para provar o que está dizendo. Seus relatos incluem, além de Guimarães, casos de corrupção que envolvem o ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira, e o ex-presidente da Câmara, deputado Marco Maia.”

O governo tinha um ladrão como líder no Senado e parece ter outro na Câmara.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 1 comentários
  1. Vim pra esclarecer a muitos aqui que não são de SBC alguns fatos. O Clube infelizmente hoje tem como seu presidente o deputado federal Luiz Fernando Teixeira que entrou no clube em 2009 e não era ninguém porém depois de tanto vincular sua imagem com o clube, usando o SBFC como pedestal acabou conseguindo um cargo político. Hoje não se importa com o clube pois conseguiu o que queria. O Estádio não pertence ao SBFC mas sim a prefeitura da cidade. E por fim, o clube não foi criado por petistas, foi fundado por um ex-vereador e futebolista da cidade e a SBCTrans não patrocina mais o São Bernardo.