Mulher de vice de Covas diz não se lembrar de denúncia de violência doméstica

Mulher de vice de Covas diz não se lembrar de denúncia de violência doméstica
Foto: Reprodução/Instagram/RicardoNunes

Regina Carnovale, mulher de Ricardo Nunes, vereador do MDB e candidato a vice de Bruno Covas, disse nesta quinta-feira (26) ao Estadão não se lembrar de ter feito um boletim de ocorrência acusando o marido de violência doméstica.

“Não me lembro de feito aquele boletim de ocorrência. Não sei se apagou da minha memória porque eu estava muito nervosa”, declarou Regina ao jornal paulistano.

Ela deu entrevista ao Estadão ao lado de Nunes, que falou sobre outro boletim de ocorrência policial, registrado por ele contra ela. “Naquele período, há dez anos, a gente teve um desentendimento. Minha esposa é italiana. Aqui em casa quem manda é ela.”

“Mas não houve nenhum tipo de agressão minha contra a Regina. Teve um momento que a gente estava um pouco alterado e teve aquele outro BO que eu fiz. O importante é que isso tudo foi superado. Nunca houve essa agressão”, afirmou o vice de Covas.

Segundom a Folha, que reproduziu trechos da entrevista do concorrente, a mulher de Nunes mudou sua versão sobre o ocorrido: numa carta escrita em outubro, Regina confirmou ter feito o BO em 2011, mas alegou estar num “momento difícil” e ter dito “coisas que não são reais”.

A Folha também lembrou posts no Facebook em que Regina chamava o vereador de “bandido” e o acusava de tê-la agredido. Hoje, ela alega que a conta foi hackeada.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO