Mundo pequeno demais

O mundo estaria pequeno demais para que políticos como Delcídio do Amaral vejam na fuga uma alternativa válida. Ao menos é esse o entendimento de Dias Toffoli.

Leiam o que o ministro do STF disse a O Globo:

“Hoje está demonstrado que ninguém consegue fugir. O mundo hoje é muito pequeno. O PC Farias (ex-tesoureiro do ex-presidente Fernando Collor) tentou fugir e foi capturado. O mesmo aconteceu com o (ex-banqueiro Salvatore) Cacciola e o (médico Roger) Abdelmassih. E agora, o (ex-diretor do Banco do Brasil Henrique) Pizzolato foi capturado, mesmo estando em um país no qual ele tinha a nacionalidade. As pessoas que imaginam que é possível fugir para se furtar ao cumprimento de uma prisão estão equivocadas.”

Mas Toffoli convenientemente ignorou o caso Cesare Battisti.

Faça o primeiro comentário