N de Nestor

É espantoso que Nestor Cerveró, preso pela Lava Jato e acusado de desviar milhões de reais da Petrobras, ainda pense em preservar sua imagem, impedindo que uma fábrica de máscaras de Carnaval reproduza seu rosto. Mas ele é um homem cheio de dengos. A PF apreendeu em seu apartamento um documento listando a compra na Amsterdam Sauer de 98 diamantes redondos e uma jóia em ouro amarelo com a letra N, de Nestor. 

A PF apreendeu também, segundo a Folha de S. Paulo, uma carta de 2012 em que Cerveró disse que não aceitaria a “pecha de ter sido o causador único do desastre” de Pasadena. A única maneira de evitar essa pecha é contar quem participou com ele da roubalheira. Se ele fizer isso, pode ter a chance de, um dia, sair da cadeia e pavonear aquele N pelas ruas do Rio de Janeiro.

 N de ouro amarelo

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200