Na base da força

Fernando Holiday, que arrancou um cartaz de Fidel Castro durante uma sessão em “homenagem” ao cubano na Câmara Municipal de São Paulo, foi levado para a delegacia.

Faça o primeiro comentário