ACESSE

Na Câmara, pandemia fica em segundo plano em debate sobre eleição

Telegram

A Câmara deve aprovar nesta quarta-feira, 1º, o adiamento das eleições municipais para 15 e 29 de novembro –os defensores da mudança da data do pleito dizem já ter os 308 votos necessários para aprovar a PEC.

Com mais de 1,4 milhão de casos confirmados e mais de 60 mil mortos por Covid no país, o centro do debate na Casa não foi a preservação da saúde dos brasileiros, mas a liberação de verbas para municípios e a priorização de interesses eleitorais.

Leia AQUI a reportagem de Helena Mader na Crusoé.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários