Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Na frente de Queiroga, Bolsonaro classifica como “crime” passaporte de vacinação

Manifestação do presidente aconteceu durante ato de assinatura de contratos de ferrovias, realizado há pouco no Palácio do Planalto
Na frente de Queiroga, Bolsonaro classifica como “crime” passaporte de vacinação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro criticou há pouco a iniciativa de alguns governadores de passar a exigir comprovante de vacinação contra a Covid para permitir o acesso a eventos com público.

Essa medida já foi adotada, por exemplo, pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Quererem criarem um passaporte da Covid, isso é crime. Querer instituir regras por decretos estaduais passando por cima da Constituição, isso é crime. Liberdade acima de tudo”, disse Bolsonaro, em solenidade realizada há pouco no Palácio do Planalto.

Entre os ministros presentes ao ato de assinatura de contratos de ferrovias estava o da Saúde, Marcelo Queiroga.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO