Nada como uma delação após a outra

OAS, Mendes Júnior, Delta, Galvão Engenharia e EIT, segundo a Coluna do Estadão, têm se queixado da demora para negociar acordos de colaboração na Lava Jato, travados por causa da extensão da delação da Odebrecht.

Os empreiteiros querem falar. Só precisam contar o que ainda ninguém sabe.