Nada de algemas no condenado

Na decisão em que mandou prender Lula, que publicamos aqui, Sergio Moro escreveu que lhe dava a “oportunidade” de se apresentar voluntariamente à PF, “em atenção à dignidade (do) cargo que ocupou”.

“Vedada a utilização de algemas em qualquer hipótese”, escreveu o juiz federal.

Moro quer evitar dar ao bandido motivos para que se vitimize.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 16 comentários
  1. Ok, mas não vamos esquecer que o imundície foi indigno de ocupar o cargo de presidente do Brasil. Além do par de algemas merecia perder a cidadania brasileira e ser deportado pra Cuba. O Luladrão é um lixo humano.

    1. Assim que ele sair da asa do STF por causa do foro privilegiado, ninguem vai defender ele ou fazer comoção nacional.
      Ele tambem não foi presidente ou esta ai falando aos 4 ventos que não respeita a justiça e esta acima das leis.
      Mas pode ter certeza que todo mundo quer ele na cadeia tambem,

  2. O Juiz Sergio Moro, mais uma vez, desmonta o “circo”do PT com uma canetada. Aqueles planos petistas de cercar o prédio onde Lula reside com um cordão de isolamento para criar tumulto durante a prisão dele, provocando uma “comoção” artificial, acabou de ir pro ralo.

  3. Este sr. Marco Aurélio estava mais desesperado do que o réu e os advogados de defesa. Destilava fel. Está preocupadíssimo com o PRIMO COLLOR, que logo vai estar na mesma situação. Pela família é sem vergonha, não teve pudor em fazer alçar a filha, reles advogada sem expressão, a condição de desembargadora com seu lobby na OAB. Aliás, foi nomeado pelo próprio primo Collor, o que já é um escândalo.