"Não adianta comprar vacina que não posso usar", diz número dois de Pazuello

“Não adianta comprar vacina que não posso usar”, diz número dois de Pazuello
Reprodução/TV Brasil

Na entrevista à CBN agora de manhã, Elcio Franco tentou justificar o atraso do governo federal na aquisição de imunizantes. “Não adianta comprar uma vacina que não posso usar.”

O secretário-executivo do Ministério da Saúde alegou que “a lei brasileira não permite iniciarmos um processo de compra sem autorização prévia da Anvisa”. “Temos que acreditar na eficiência da Anvisa, que vai nos garantir segurança e eficácia.”

Franco afirmou também que o Instituto Butantan e a Fiocruz “iniciaram seus processos desde maio do ano passado e ambos terão produção em escala”.

“O Brasil não ficou para trás, pelo contrário. Está buscando fase a produção. Quando nós analisamos a quantidade de pessoas vacinadas no Brasil e fazemos a comparação com outros países, conseguimos verificar que nossa curva está subindo exponencialmente. Vamos iniciar uma produção em massa, ficando independente depois. E isso deve ser motivo de orgulho.”

Leia mais: O impeachment de Bolsonaro entra na agenda.
Mais notícias
TOPO