'Não adianta só enviar ofício', diz Queiroga após Doria cobrar kit intubação

Não adianta só enviar ofício, diz Queiroga após Doria cobrar kit intubação
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, rebateu as cobranças feitas pelo governador de São Paulo, João Doria, sobre o risco de desabastecimento de medicamentos do “kit intubação” no estado.

O Governo de SP disse que enviou nove ofícios pedindo auxílio à pasta sobre o tema.

Queiroga afirmou que os ofícios não são suficientes.

Não adianta só ficar enviando ofício para o Ministério da saúde, temos que trabalhar juntos.”

Segundo ele, a responsabilidade é compartilhada. O ministro acusou Doria de tentar empurrar o problema para o ministério.

Os estados também têm que procurar esses medicamentos, sobretudo os grandes estados. Existem estados que têm economia maior que países, têm condições, não é só empurrar isso para as costas do Ministério da Saúde.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO