ACESSE

"Não cabe a nenhuma autoridade pública reconhecer o direito à vida a uns e não a outros"

Telegram

Foi o que disse Dom Ricardo Hoerpers, que também falou pela CNBB na audiência pública realizada no STF para discutir a descriminalização do aborto, segundo a Folha.

“Como este Supremo Tribunal Federal vai justificar a pena capital a um ser humano indefeso?”

Ele afirmou que a Constituição prevê a inviolabilidade da vida e defendeu que, com 12 semanas, um embrião já é um ser humano único.

“Segundo dom Ricardo, se a questão é de saúde pública, é preciso aprimorar as políticas públicas para a saúde da mulher e a educação sexual, principalmente nas áreas mais pobres. Ele deu como exemplo de iniciativa positiva as casas pró-vida mantidas pela Igreja Católica em vários estados, que visam dar apoio às mães que decidem ter os filhos.”

Comentários

  • Igor -

    Não sei pra que esse "debate" todo. Todo mundo sabe que o STF irá legislar a favor do aborto independente do que qualquer outro pense.

  • 😎moro -

    Que tal um aborto tardio em maduro e Lula ?Nunca é tarde ...

  • Combinou -

    E o papa comunista? Já combinou com ele? Pois no entendimento do comuna lá, aborto tá liberado!

Ler 35 comentários