Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Diretor da Precisa nega ter pedido a Bolsonaro para interceder em favor da empresa

O relator da CPI, Renan Calheiros, questionou o depoente sobre o telegrama que o presidente enviou ao primeiro-ministro da Índia manifestando interesse pela Covaxin
Diretor da Precisa nega ter pedido a Bolsonaro para interceder em favor da empresa
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O diretor da Precisa Medicamentos Danilo Trento afirmou há pouco em depoimento à CPI da Covid que não sabe quem foi o responsável por pedir a Jair Bolsonaro que enviasse um telegrama ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, indicando o interesse pelos 20 milhões de doses da Covaxin.

“Não conheço se levou e quem levou.”

O depoente afirmou que acredita não ter sido ninguém da Precisa.

O relator, Renan Calheiros, então aventou a possibilidade de ter sido o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros.

“Nós não sabemos quem levou a ideia ao presidente. Não é possível que ele tenha adivinhado que poderia haver essa negociação. Como sabemos, ele dizia que não ia comprar vacina e, de repente, ele resolveu comprar da Índia.”

Mais notícias
TOPO