"Não dá para confundir ministro do Supremo com político", diz Alessandro Vieira

O senador Alessandro Vieira saiu há pouco de reunião com Jair Bolsonaro, na qual trataram sobre obras no Sergipe e a “conduta independente” de senadores.

No Planalto, Vieira afirmou que o voto em separado que fez contra a indicação de Kassio Marques para o STF não gerou mal-estar com o presidente.

“Não houve nenhuma manifestar de mal-estar, mas um esforço da questão da independência (…). Falamos da conduta independente no Senado, e o próprio presidente disse que ele, quando parlamentar, sempre se portou de forma independente. Essa é a nossa forma de se conviver.”

Sobre a sabatina de Kassio, o senador disse que não se pode “confundir” a figura de um ministro do Supremo com um político.

“Você tem essa acusação de plágio, que é muito consistente, e essa proximidade excessiva com pessoas que são investigadas e processadas perante a própria Suprema Corte. A gente tem que resgatar que o Judiciário se porte de uma forma isenta e autônoma. Não dá para confundir a figura do ministro do Supremo com a figura de um político.”

Leia mais: Apoie o jornalismo investigativo e verdadeiramente independente da Crusoé, em uma condição especial
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários
TOPO