ACESSE

"Não dá para continuar muito", diz Bolsonaro sobre coronavoucher

Telegram

Jair Bolsonaro disse hoje a um apoiador que “não dá pra continuar muito” o pagamento do coronavoucher — o Ministério da Economia estuda prorrogar o auxílio até dezembro.

“Não dá para continuar muito porque, por mês, custa R$ 50 bi. A economia tem que funcionar. E alguns governadores teimam ainda em manter tudo fechado”, disse o presidente na área interna do Palácio da Alvorada.

O apoiador aproximou-se para agradecer a ajuda de R$ 600 concedida durante a pandemia.

Até hoje, o governo já gastou R$ 254,2 bilhões com o programa, inicialmente previsto para durar três meses, de abril a junho deste ano. Já houve prorrogação por mais dois meses, contemplando julho e agosto.

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários