"Não dá para jogar a toalha", diz líder do MDB, sobre fim do Renda Brasil

O senador Eduardo Braga, líder do MDB no Senado, foi às redes sociais comentar o fim do debate em torno do Renda Brasil, decretado por Jair Bolsonaro mais cedo em vídeo.

“Tirar dinheiro de idosos e deficientes para bancar renda básica é um contrassenso. Mas não dá para jogar a toalha e deixar desassistidos milhões de excluídos no país.”

O emedebista voltou a defender a taxação de lucros e dividendos e o aumento de impostos para bancos.

“Dá muito bem para bancar uma renda básica permanente tributando lucros e dividendos e elevando a CSLL [Contribuição Social sobre Lucro Líquido] dos bancos, entre outras alterações na legislação tributária.”

Mais cedo, como noticiamos, Jair Bolsonaro gravou um vídeo em que, irritado, decretou o fim do Renda Brasil, que ainda estava na fase embrionária — o programa substituiria o Bolsa Família. O presidente não gostou das informações sobre a possibilidade de congelamento de aposentadorias para bancar o programa.

Leia mais: Gleisi e Bolsonaro do mesmo lado
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários
TOPO