ACESSE

"Não dá para usar o apoio da gente como ferramenta política", queixa-se deputada que assinou CPI das Mensagens Roubadas

Telegram

A deputada Leandre, do PV do Paraná, disse a O Antagonista que, se preciso, acionará a Justiça para tentar impedir a instalação da CPI das Mensagens Roubadas, cujo requerimento foi assinado por ela.

“No momento em que decidi assinar, o entendimento que eu tive era o de que a comissão investigaria o caso em si, as mensagens roubadas. Infelizmente, quando me mandaram o teor do que foi registrado, era outra coisa. O processo em si [de colhimento de assinaturas] fica prejudicado. Eu havia entendido uma coisa e era outra. Dentro do meu mandato, nunca fiz nenhum tipo de obstrução a investigações, votei contra a lei de abuso de autoridade. Não dá para usar o apoio da gente como ferramenta política. Eles usaram o instrumento legislativo para fins partidários. Falei com o presidente [Rodrigo Maia] e tem que arquivar essa CPI.”

A deputada já pediu a retirada de seu apoio, mas, pelo regimento da Câmara, isso não é possível depois que o pedido é protocolado.

O que une Gleisi Hoffmann e o líder do DEM? Confira agora

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 50 comentários