ACESSE

“Não é necessária autorização judicial para fornecimento de dados fiscais ao MPF”

Telegram

No Twitter, o procurador Helio Telho compartilhou o Manual do Sigilo Fiscal, da Receita Federal, para explicar que é dispensada “a necessidade de autorização judicial para o fornecimento de informações e dados sigilosos ao Ministério Público Federal”.

“A Lei das Organizações Criminosas autoriza, em qualquer fase da persecução penal, a cooperação entre instituições e órgãos federais, distritais, estaduais e municipais na busca de provas e INFORMAÇÕES de interesse da investigação ou da instrução criminal”, afirmou o procurador.

“A Receita Federal montou Equipe Especial de Fiscalização para participar em conjunto dos trabalhos da Lava Jato, inclusive por meio de cruzamentos e análise de dados internos realizados pela projeção de pesquisa e investigação, resultando cobrança de R$19,87 bilhões em créditos.”

Com base nas mensagens roubadas, a Folha e o site de Verdelvado acusam Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato de terem driblado a lei para ter acesso a dados da Receita.

SUSPEITOS DE ATAQUE HACKER PRESOS. QUEM PAGOU PARA DESTRUIR A LAVA JATO? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Luis -

    Ou seja..... os "monarcas"..... ou diria eu: os "imperadores" do sUPERtRAMABIQUESfALCATRUAS NÃO CONHECEM, MINIMAMENTE QUE SEJA o CIPOAL CONSTITUCIONAL DO BRASIL?? VADE RETRO SATANÁS !!!

  • Roberto -

    A canalhice atingiu graus extremos no Brasil e tudo isso para salvar quem está mais sujo do que pau de galinheiro.

  • Luiz -

    Boa, Antas! Tem que desconstruir cada mentira criada ou levantada pela Folha. É bom sempre lembrar que as ações da Lava Jato são amparadas em lei.

Ler 85 comentários