“Não é retaliação”, diz Bolsonaro sobre MP que atinge jornais

Telegram

Jair Bolsonaro assinou nesta semana a medida provisória que permite a empresas de capital aberto a publicação de balanço no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ou do Diário Oficial (DO), em vez de veículos impressos.

O presidente afirmou neste sábado que a medida não é uma retaliação à imprensa.

“Deixo bem claro uma importante decisão que tomei na semana com uma caneta Bic. Nós tiramos a obrigatoriedade de empresários publicarem seus balancetes em jornais de grande circulação. Não é retaliação. É facilitar a vida de todo mundo. Ninguém lê aquele negócio e o mundo progride, se aperfeiçoa, se moderniza”, afirmou.

“Num levantamento preliminar, os jornais vão deixar de ganhar R$ 1,2 bilhão por ano. Vai ter produtos mais baratos, que não gastam mais com jornais nas prateleiras dos supermercados e no comércio de maneira geral. Estamos, sim, atacando nichos que oprimiam a sociedade.”

Comentários

  • Pedro -

    Parabéns Presidente, e para o Senador Randolfe da Rede Tchau querido nao se reelege mais.

  • Nadir -

    Falando em moral, Bolsonaro detonou a moral que tinha para presentear os dois filhos.

  • Nadir -

    Lembro na década de noventa q íamos comprar jornais, assinávamos jornais e revista, confiávamos na imprensa, agora não dá para confiar, o PT detonou o jornalismo isento e o respeito às leis e a

Ler 128 comentários