"Não é uma previsão solta", diz relatora da comissão da Covid-19, sobre vacinação em janeiro

“Não é uma previsão solta”, diz relatora da comissão da Covid-19, sobre vacinação em janeiro

O Antagonista conversou com a deputada Carmen Zanotto (Cidadania), relatora da comissão da Câmara sobre a Covid-19, após a declaração de Eduardo Pazuello de que em janeiro de 2021 “a gente começa a vacinar todo mundo” contra a doença.

Ela considerou realista a previsão do ministro interno da Saúde.

“A gente acredita, sim [na previsão de início da vacinação em janeiro], porque as primeiras doses poderão chegar já em dezembro, quando passariam a ser distribuídas para as unidades [de saúde].”

Ela disse que essas são as previsões para as primeiras doses das vacinas de Oxford, em parceria com a Fiocruz, e a chinesa, em parceria com o Instituto Butantã.

Carmen ponderou que não haverá vacina “para todos” de imediato.

“No primeiro momento, não deveremos ter vacinas para todos”, afirmou ela, defendendo que os primeiros a receberem a imunização sejam os idosos, os doentes e os profissionais de saúde.

“Mas, sim, já em janeiro teremos condições de ter vacinação. Eu acho que essa não é uma previsão solta. Claro que é preciso deixar claro que não será para todo mundo, mas é factível, sim.”

A deputada, que está mergulhada no tema desde o início da pandemia, ainda disse que “o Brasil tem o maior programa de imunização do mundo”, o que poderá ser fundamental para a vacinação contra a Covid-19.

“Cada município brasileiro tem, no mínimo, uma sala de vacina. Vamos torcer, vamos acreditar, vai dar certo.”

Leia aqui o que disse ao site o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários
TOPO