"Não estamos com essa preocupação [de caráter moral]"

Já registramos que Ajufe e AMB estão se organizando para “lutar” pela manutenção do auxílio-moradia pago aos magistrados.

Mais cedo, informamos que juízes e desembargadores contrários a esse movimento estão sendo escrachados pelos veteranos, mas não se expõem com medo de represálias.

O Estadão entrevistou Roberto Carvalho Veloso, presidente da Associação dos Juízes Federais. Por favor, vejam este trecho e assistam ao vídeo abaixo:

Há alguma preocupação com o fato de que magistrados recebem o auxílio-moradia mesmo morando em suas comarcas?

Atualmente a lei orgânica da magistratura assegura o pagamento de  auxilio moradia da forma como ele está sendo garantido na liminar. A lei orgânica da magistratura prevê da mesma maneira que está sendo paga. Não há uma ilegalidade no pagamento.

Eu me referia a uma preocupação de caráter moral…

Não estamos com essa preocupação. Não é uma pauta nossa. Não estamos com essa pauta. Estamos pensando um pouco mais a frente. Precisamos resolver essa questão remuneratória.

Só para constar: a Ajufe é contrária à reforma da Previdência.

Comentários

  • Nestor -

    Auxílio-moradia (e outros penduricalhos) é previsto em lei, mas é antes de tudo imoral 'justiça pelas próprias mãos". Por quê? Os juízes, com carradas de razão, estão ressentidos e rancorosos com a quebra da hierarquia salarial no serviço público, em decorrência do congelamento do teto. Querem o auxílio-moradia a título de complemento salarial. Os dois lados estão errados e o contribuinte, ferrado.

  • Avelino -

    O antagonista, segue sugestão fazer uma relação com os salarios dos 26 Estados e do DF.

  • Silvio -

    E quem vai responsabilizar essa OrCrim e do Ministério Público.Reforma das duas instituição já. E salva de Palmas para as redes sociais que deu voz a todos

Ler 184 comentários