“Não existe a menor chance de haver ruptura institucional”

Em entrevista ao Estadão, o general Joaquim Silva e Luna, ministro da Defesa, disse que não há “a menor chance” de haver uma ruptura institucional do país por causa da ascensão do protagonismo de militares no processo eleitoral.

“O protagonismo dos militares tem a ver, sim, com o fato de um dos candidatos bem posicionados, o deputado Jair Bolsonaro, ser oriundo das Forças Armadas e defender valores fundamentais para os militares como ética, moral, honestidade, respeito às pessoas, às leis e à família. Também tem a ver com o fato de as pesquisas de opinião mostrarem que as Forças Armadas têm alto grau de confiabilidade. Há um grande número de militares disputando as eleições. Vale lembrar que o comandante supremo das Forças Armadas é o presidente da República, eleito democraticamente pelo povo, não importando seu partido ou origem.

Não existe a menor chance de haver ruptura institucional. Até porque, uma das missões que a Constituição atribui às Forças Armadas é a garantia às instituições”.

Só um desses dois caminhos vai selar seu destino pelos próximos anos. Mas a velha imprensa não conta isso para você. Confira AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

    1. O cerco deles já fechou faz muito tempo, só podem escolher agora se é com vaselina ou sem. Porque entrar, agora vai entrar, ah se vai.

Ler mais 111 comentários
    1. O cerco deles já fechou faz muito tempo, só podem escolher agora se é com vaselina ou sem. Porque entrar, agora vai entrar, ah se vai.

  1. A maioria não coloca o problema onde realmente está.O perigo institucional decorre da retirada do pt do poder.Para petista isso é inadmissivel,pior do q perder dinheiro.São totálitarios.

  2. General acredita em coelhinho da páscoa. Quem acredita que as esquerdas vão aceitar a derrota numa boa, sem tentar tumultuar o país, é muito inocente, desde 1970 esquerda está com o narcotráfico

  3. Depois que CF de 1988, foi rasgada várias vezes, uma delas com o impedimento da Dilma, tudo pode acontecer. Eu acho que não precisa uma ruptura, apenas usar o que está previsto nela. Estado de siti

  4. Ruptura institucional haverá se fraudarem as urnas, não deixando o povo eleger o Bolsonaro já. Aí a guerra se instala. O PT quer criar uma ditadura no Brasil igual as que financia mundo afora.

  5. E se o partido vermelho que assume o poder é uma quadrilha,sem ética, sem moral,ladrões totalitários, assassinos que não tem pudor nenhum de usar a democracia para seu projeto de poder?

  6. ´Por isso a esquerdalha psicopata e assassina, criadora de dissensões em todas as camadas sociais, criminosa que querendo impor ideologia de genero para crianças da pré escola, adolescentes,, etc

  7. Isso é o desespero de quem já perdeu antes do jogo começar. Lógico que tem o direito de espernear e xingar, mas isso não vai leva a nada, na pior das hipóteses uma guerra civil onde serão exter

  8. URGENTE!!! O vidente Robério de Ogum, que previu o ataque às torres gêmeas e a eleição de Trump, confirma: “Haddad será o futuro presidente do Brasil”. Haddad já aprece na frente do Bozzo.

    1. Robério de Ogum, aquele que garantiu que Luciano Huck seria candidato e venceria as eleições? Acredito, ô se acredito.

  9. Ok. A missao das FFAA é garantir as instituicoes. Hoje as instituicoes estao corrompidas. Basta olhar para o stf amigo dos corruptos. Pois bem. As instituicoes estao em perigo e precisam de ajuda.

  10. O jogo é entre a direita liberal e o comunismo, corrupto e retrógrado com Lula assassino e condenado, e o outro Bolsonaro/Mourão.Quem o Brasil escolheu??? BOLSONARO/MOURÃO, 1º TURNO.

  11. Obviamente que mesmo entre os militares existe os simpatizantes do comunismo, está muito claro ao ler e entender alguns “estrelados”. Agora, o jogo é; a ORCRIM continua no poder, ditando ordens???

  12. Risco de ruptutura existe sim e é muito grande. Chama-se projeto bolivariano narcopetista. Fora esse movimento extremista apoiado pela imprensa não há risco nenhum à democracia.

  13. A primeira coisa que farão, já na madrugada de domingo, será instituir a baderna. Ai o pau vai comer, a cobra vai fumar e eles vão reclamar que o exército é BRUTAL. Nocújacú

  14. Ruptura institucional é implantar um regime comunista chamando-o de democracia! Olhem para os lados e vejam Bolívia, Venezuela e a mãe de todas as democracias na cabeça desses bandidos psicopatas:

  15. Esses “valores fundamentais para o militares” também fazem parte do sonho da população consciente e do bem. Por isso, Bolsonaro lidera disparado! Amanhã pela volta da dignidade! Bolsonaro! É

    1. Verdade. Os valores do povo brasileiro sempre foram ridicularizados pelos maconheiros da Glob, que agora não entendem a popularidade sem paralelo de Bolsonaro. #VaiSerNoPrimeiroTurno

    1. Amoedo seria triturado pelos macacos velhos do Congresso. Nosso presidente já está vacinado contra essa gente.

  16. Alguém sabe onde está Temer, qual general que está ao seu lado, tem 2 generais ao lado do Bolsonaro, tem 1 general ao lado do Tofolli, tem 1 general no RJ. Legal…os generais dando cobertura.

  17. Se prepare comuna vagabundo de Caracas, ou aceita a derrota ou vai pra Venezuela chorar por onde não bate a luz do sol, mas leva bastante papel higiênico, ok? Nossa bandeira jamais será sangrenta

    1. Exatamente! A esquerda e a imprensa veem imaginários fascistas por toda parte. Acabei de retornar da maior carreata da história e só vi famílias e crianças e idosos na paz e tranquilidade. #B17

  18. Acho que esse general ainda não se deu ao trabalho de ler o tenebroso programa totalitário de governo do PT, aquilo sim é o a verdadeira ruptura institucional, da democracia e do Estado de Direito.

  19. General, já ocorreu uma ruptura institucional quando 3 canalhas do stf(ricardinho vermelho,toffoli deixa comigo e gilmar pulha) deram um golpe e tomaram o poder, é eles é que mandam de fato.

    1. Pior que como o povo vai reagir, desarmado? Tem gente que acha que arma é só contra ladrão. Mas é tmb contra a possibilidade do comunismo. Os EUA jamais subjugarão ao comunismo!

  20. GENERAL, a “instituição” chamada Supremo Tribunal Federal está corrompida e já atua FORA da Constituição!!! Queremos BOLSONARO botando na CADEIA essa quadrilha do Gilmar Mendes, Toffoli, Lew

  21. Perfeito… resumiu tudo… o objetivo primordial das forças armadas é proteger o Brasil!… mesmo que tenha que continuar o socialismo/comunismo já instalado e decadente… vamos mudar… B17

  22. Deixe de ser RECALCADO, vá se informar, quem mandou parar no tempo e viver as custas de quem produz? O Povo agradece as FFAA por mais uma vez ir atras dos Comunistas, mas dessa vez pra sempre!

    1. Paolo, cabe ao Senado destituir Ministros do STF, nao ao Exercito. Se votarmos em bons Deputados Federais e Senadores, nosso desejo de mandar o STF pro cacete sera realizado.

  23. Se os militares quisessem ditadura, ñ estariam disputando eleições.Mas o medo da esqurda é q os milit/s façam o q ela tentou fazer:usem da democracia p/ implantar DITADURA BRANCA.Quem usa,cuida!

  24. Esses generais da ativa sempre com discurso ambíguo, simpatizam com Bolsonaro mas tem que seguir o script imposto pela mídia do politicamente correto. Cuidado general, olho vido nessa turma.

  25. Só um cego não vê que quem disputa as eleições no Brasil são: Comunismo e seus protagonistas, Lula, Fidel, Maduro etc contra o Exército Brasileiro. Não haverá ruptura mesmo

    1. Vai dar uma coça em comunista como vc..respondido? ou tenho q desenhar? O Brasil do bem agradece! Um dia vcs se fizeram de santos e olha no q deu..e sao os mesmos…