"Não ficaremos reclamando de herança maldita", diz Paes

“Não ficaremos reclamando de herança maldita”, diz Paes
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Em seu discurso de posse, Eduardo Paes prometeu não se queixar da “herança perversa” deixada por Marcelo Crivella.

Em 44 decretos, o novo prefeito do Rio fez um primeiro pacote de medidas fiscais para desarmar a bomba fiscal do município.

“Não ficaremos olhando para trás e reclamando de herança maldita. Queremos avançar e enfrentar os problemas, e não perder o rumo com eles (…). Nunca na história do Rio de Janeiro um prefeito recebeu uma herança tão perversa.”

Paes disse também que tem a “perfeita noção” de que recebeu muitos votos de eleitores que discordam de suas propostas, mas queriam evitar a reeleição de Crivella.

“Isso mostra que é possível estabelecer consensos mínimos quando o interesse da sociedade é colocado em risco. A força do contraditório tem que ser interpretada como algo positivo, e que somará em nossos acertos e evitará erros.”

Leia mais: Na edição especial do final deste 2020 tão desafiador, a revista tem a honra de publicar conteúdos de articulistas brilhantes e com atuação importante nas suas especialidades.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO