Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Não há como não suspeitar”, diz Álvaro Dias, sobre sessão que pode legalizar orçamento secreto

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, convocou o Congresso Nacional para votar proposta que regulamenta emendas de relator-geral
“Não há como não suspeitar”, diz Álvaro Dias, sobre sessão que pode legalizar orçamento secreto
Foto: Daniel Medeiros/O Antagonista

Em pronunciamento feito há pouco, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) criticou a convocação de uma sessão do Congresso Nacional para legalizar o orçamento secreto. “Não há como não suspeitar de uma convocação desta natureza”, afirmou Dias.

Como mostramos, os parlamentares vão votar o parecer do senador Marcelo Castro (MDB-PI) que regulamenta as chamadas emendas de relator-geral. Além disso, como revelamos em primeira mão, será publicado um ato conjunto das duas mesas diretoras para, teoricamente, dar cumprimento à decisão do STF sobre o orçamento secreto.

Mas nesse ato, não haverá a publicação do nome dos deputados e senadores que indicaram a destinação das emendas de relator-geral em 2020 e neste ano.

“Não sabemos que resolução é essa. Sabemos apenas que a mesma não propõe a transparência que se apregoa. Na verdade, consagra eventuais irregularidades praticadas, diante da decisão do Supremo Tribunal Federal que exige transparência, que convoca o Congresso a informar a disponibilização de recursos públicos que foram transferidos supostamente por intermédio de parlamentares”, declarou o líder do Podemos.

Mais notícias
TOPO