Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Não há mais risco de "colapso" em São Paulo, diz secretário

Não há mais risco de “colapso” em São Paulo, diz secretário
Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde

O secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou hoje que a capital paulista não corre mais o risco de ter um “colapso” no sistema de saúde por causa da epidemia de Covid-19.

No fim de abril, em entrevista a O Antagonista, Aparecido havia dito que o sistema não aguentaria caso o índice de isolamento social não subisse na cidade. Na ocasião, ele também afirmou que relaxar as medidas de distanciamento seria “se atirar no escuro”.

Cerca de 45 dias depois, o secretário mudou o discurso em entrevista à Rádio Bandeirantes.

“As pessoas estão chegando menos agravadas, diferente daquilo que aconteceu em abril, quando já chegavam ao hospital precisando intubar. A gente não corre mais risco de colapso no sistema de saúde da cidade. Isso está completamente afastado. Todo mundo que precisar de leito vai ter leito para ser tratado”, afirmou Aparecido.

“Se a gente confirmar esses números por mais uma semana, talvez o mais difícil da pandemia tenha passado. Mas temos que esperar para ver se é uma tendência definitiva. Vamos ver agora com os movimentos de flexibilização. Tem que ficar de olho para não termos nenhum revés”, completou.

Nas últimas 24 horas, segundo o último boletim da prefeitura, a capital paulista contabilizou 25 mortes por Covid-19. Na semana retrasada, foram 861 mortes e 15.732 casos confirmados. Na última semana, 601 óbitos, além de 16.071 casos.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO