Não havia elementos para indiciar Neymar, diz delegada

Telegram

Em entrevista coletiva, hoje pela manhã, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, a delegada Juliana Bussacos disse que não encontrou elementos que justificassem o indiciamento de Neymar no inquérito sobre a acusação de agressão e estupro feita por Najila Trindade Mendes de Souza.

“Foram juntados aos autos os laudos, a ficha do atendimento médico do hospital, a ficha do atendimento do ginecologista particular, além do laudo do celular que a vítima entregou. Decidi não indiciar por entender a ausência de elementos para tanto”, disse a delegada.

Bussacos também afirmou que as imagens do circuito interno do hotel de Paris onde a suposta agressão teria acontecido “não chegaram” aos autos. “Mas, em todo o conjunto, vi que não era uma prova para indiciar”, disse. Segundo a delegada, as imagens não são “imprescindíveis”.

Como informamos mais cedo, o advogado de Najila, Cosme Araújo, relatou que a sua cliente lamentou a decisão da delegada. “Ele fez o que fez e pode ficar impune”, teria dito a modelo.

Comentários

  • Ryu -

    Prende essa estelionatária chantagista criminosa!

  • Idgar -

    'Cachorro que come ovelha, só matando..." Logo Neymar vai arrumar outra confusão igual ou de maior repercussão e, claro, prejuízos à sua já combalida reputação. Trocou o futebol por escândalos...

  • Dairto -

    Com tanta coisa séria a ser apurada, ficam brincando com a Justiça!

Ler 14 comentários