Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Não iremos a Brasília. Permaneceremos aqui"

Presidente de importante sindicato de produtores rurais denuncia "intimidação" para que categoria participe de ato pró-Bolsonaro em Brasília neste sábado
“Não iremos a Brasília. Permaneceremos aqui”
Foto: Diego Amorim

Jair Bolsonaro convocou produtores rurais que o apoiam para uma manifestação a favor dele e de seu governo amanhã, em Brasília.

Embora eleito com apoio maciço do agro brasileiro, Bolsonaro está longe de ser uma unanimidade no setor atualmente.

O presidente de um importante sindicato de produtores rurais do país entrou em contato com O Antagonista para dizer que “os mais radicais” estão “intimidando” a categoria para fazer volume nos protestos deste sábado. Quem não confirma presença de imediato é logo tachado de “comunista”.

A fonte enviou um texto a este site, para, segundo ele, “dar mais autoconfiança a muitos produtores Brasil afora que não querem ir a Brasília puxar o saco do presidente”.

Ele diz:

“Na eleição de 2018, suamos a camisa para eleger Bolsonaro, com o propósito de dar fim ao atraso da era PT. Tínhamos pautas claras que, na época, Bolsonaro abraçou: fortalecimento do combate à impunidade e garantia de avanço da Lava Jato, endurecimento das leis penais, fim do troca-troca com o Congresso, defesa do agro brasileiro no mercado internacional, busca por meios legais e justos de viabilização de redução do passivo que pesa sobre o agro depois de décadas sustentando o populismo esquerdista e por aí vai. Elegemos Bolsonaro. Mas veja a guinada na forma de ele agir: favoreceu a bandidagem sancionando audiência de custódia e o juiz de garantias, praticamente inviabilizou o Coaf e bateu palmas para as invasões de hackers aos telefones dos juízes e procuradores da Lava Jato, mergulhou de roupa e tudo no Centrão, passou a destratar nosso maior consumidor, a China.”

O produtor com mais de 15 anos em entidades representativas do agro continuou:

“O agro permanece se salvando graças à sua capacidade de produzir bem e os preços estão favorecendo, mas do governo só vemos a mesma política de sempre: elogia-nos sem nos ajudar em nada. Bolsonaro pulou o muro e foi para muito longe das pautas que defendíamos. Não iremos a Brasília. Permaneceremos aqui, como sempre estivemos, lutando pelo bem do Brasil e do produtor rural honesto.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO