Não leram. É o esperneio de sempre

Alessandro Molon e os resquícios da esquerda na comissão especial da PEC 241 deixam claro que não leram o texto final da proposta de teto dos gastos.

A turminha completamente despreparada insiste no discurso de “congelamento de gastos”, de “retirada de recursos da saúde e da educação” etc.

É incrível. É um escárnio.

Faça o primeiro comentário