"Não me servi de hackers criminosos"

Em resposta a Jaques Wagner, Sergio Moro pontuou bem a diferença entre a divulgação da conversa de Lula com Dilma da peça de propaganda contra a Lava Jato baseada em mensagens roubadas de Deltan Dallagnol.

“Nós fazíamos isso de maneira transparente. Todo o material probatório, todas as informações ficavam disponíveis. Não ficávamos divulgando em pílulas. Aquela decisão, envolvendo aquele áudio, pode haver divergência, mas foi decisão proferida nos autos. Foi decisão transparente, expus minhas razões. Não me servi na ocasião de hackers criminosos para encobrir a minha responsabilidade.”

Comentários

  • ana -

    O Cotonete de Elefante entendeu ou vai ter que desenhar?

  • Rogemon -

    Chupa seu verme petista!!! Asqueroso!!!

  • MARIA -

    Podia ter dormido sem essa, Wagner.

Ler 84 comentários