ACESSE

Não mudou nada, Alcolumbre?

Telegram

Na semana passada, quando cancelou a votação da reforma da Previdência em primeiro turno para visitar Dias Toffoli e, depois, votar a derrubada dos vetos à Lei de Abuso de Autoridade, Davi Alcolumbre não gostou de ser questionado por O Antagonista sobre o adiamento da reforma.

Irritado, ele respondeu assim (relembre aqui em vídeo):

“Não há adiamento na reforma da Previdência. Eu não sei quem está falando isso. O calendário da reforma da Previdência é 10 de outubro. Aliás, foi a primeira quinzena de outubro sempre, sempre nós falamos em relação à votação em segundo turno. Continua o prazo estabelecido da primeira quinzena de outubro, não mudou nada.”

Agora, o presidente do Senado diz que a votação definitiva pode ficar para a segunda quinzena.

Alcolumbre ficaria irritado novamente se perguntássemos o porquê dos (novos) atrasos?

Bolsonaro e Toffoli: acordão à vista. Leia aqui

Comentários

  • Vera -

    Rsrs só rindo. Um imbecil q atrasa o país, esse alcolumbre! E, se acha!!

  • Cleonor -

    Alem de ser a favor dos corruptos, é um corrupto na presidência do Senado. Como é que vocês querem que ele acabe com a corrupção, é ir de encontro contra ele mesmo

  • Maria -

    O presidente do Senado, o presidente da Câmara, os senadores e deputados e os ministro não podem dar chilique quando forem interpelados pela imprensa. A não ser aquelas que fazem perguntas idiotas.

Ler 72 comentários