ACESSE

"Não pode ficar nesse 'fique em casa'", diz Bolsonaro

Telegram

Jair Bolsonaro afirmou há pouco que o Brasil “não pode ficar parado” por causa da pandemia do novo coronavírus.

Ao assinar a MP que libera R$ 1,9 bilhão para a encomenda da vacina de Oxford, o presidente voltou a criticar a estratégia adotada por Luiz Henrique Mandetta.

“Pior que uma decisão mal tomada é uma indecisão. Não pode ficar parado, nesse ‘fique em casa’. Não dá. Desde o começo eu adotei essa linha. A gente fica triste quando vê pessoas, por decreto, proibindo determinado medicamento. Mesmo que não tenha comprovação científica, ele não mostrava outra alternativa.”

E acrescentou:

“Tínhamos um protocolo do ministro primeiro da Saúde que mandava aplicar apenas, em estado grave, a hidroxicloroquina. É jogar comprimido fora, não precisa de conhecimento nem cérebro para entender que é jogar comprimido fora. E perder vidas. Tive desentendimento, sim. Não é o que eu quero, mas muitos médicos achavam –inclusive o Osmar Terra– que a linha não era aquela.”

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 52 comentários