“Não precisamos estar ao lado de quem ganha”

O DEM está sem rumo, diz O Globo, porque “a candidatura de Rodrigo Maia praticamente interditou o debate interno sobre a eleição presidencial, que agora é inevitável”.

O líder do partido na Câmara, Rodrigo Garcia (SP), que prega aliança com o PSDB, disse:

“Não precisamos estar ao lado de quem ganha. Precisamos estar do lado certo.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 18 comentários
  1. Esta frase é a quintessência do presidencialismo de cooptação/compadrio: Não importa se lhe fez oposição, não importa a ideologia . . . é o lema do Jucá.
    “Não precisamos estar ao lado de quem ganha. Precisamos estar do lado certo.”

  2. A impressão que tenho é de que nada adiantaram as aulas de educação moral e cívica e a ordem unida na educação física durante os anos 70. Lembro-me delas, eram ameaçadoras em sala de aula, e o bullying usual nas quadras. Estimulou-se a submissão ao Estado e se desestimulou a participação política.
    .
    Como resultado, ficou uma espécie de vácuo na classe política na casa dos 50 anos, que foi preenchido por vigaristas e marginais de toda espécie.

  3. Este peculiar dom político do DEM, lá no exemplar States da educação cultural capitalista liberal para o sucesso do ganha & ganha e nunca para os últimos dias de fracasso & derrota, seria o “ó do borogodó”, seria o estado de arte do fracasso fracassado.

  4. O lado certo do DEM é a ODEBRECHT, né SUIÇA ?(alcunha do Rodrigo Garcia na LISTA DO DEPARTAMENTO DE PROPINAS DA ODEBRECHT).
    O INCA (vulgo RODRIGO MAIA) também está na lista, bem como o GERALDO ALCKIMIN, vulgo M&M/BELÉM.
    BOLSONARO vai enterrar vocês no primeiro debate na TV.

  5. “Não precisamos estar ao lado de quem ganha. Precisamos estar do lado certo.”
    Exatamente. Em eleições presidenciais muitas vezes o resultado eleitoral é diferente de resultado político. Você pode “fazer o diabo” para ter uma vitória eleitoral e, no entanto, ter uma derrota política e ideológica que inclusive inviabilize a administração.

    1. O geleia Botafogo não tem senso de quão ridículo , imcmpetente e sobretudo BOBO , que é.
      Ainda quer ser presidente da câmara em 2019. A deficiência é tanta que se esqueceu de combinar com o eleitorado do Rio