"Não queira jogar isso no colo de estados e municípios"

“Não queira jogar isso no colo de estados e municípios”
Foto: Reprodução/Governo do Estado de Pernambuco

Paulo Câmara (PSB), governador de Pernambuco, em resposta ao movimento político de Jair Bolsonaro nos últimos dias, disse hoje que os gestores locais não podem abrir mão da arrecadação dos tributos de combustíveis.

“Esse é o apelo que faço ao governo federal, que trate preços de combustível com responsabilidade e não queira jogar isso no colo de estados e municípios”, afirmou Câmara à TV Globo de seu estado.

“Os estados e municípios já estão trabalhando muito, ocupando lacunas que, infelizmente, o governo federal tem deixado no combate dessa pandemia.”

O socialista defendeu mudança na política de preços da Petrobras.

“O que o governo federal pode fazer se ele quer manter, evitar o aumento do preço dos combustíveis, é mudar a política de preços da Petrobras. Ele faça isso. Agora, não queria exigir de estados que precisam dessa arrecadação.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO