Não se sustenta

Na primeira versão apresentada ao STF, Lula argumentou que só soube da compra do sítio em 13 de janeiro de 2011. No entanto, Vera Magalhães, do Radar On-line da Veja, lembra que a mudança do petista foi entregue – e paga pela Presidência da República – dias antes, em 8 de janeiro daquele mesmo ano.

A colunista lembra, inclusive, que há uma reportagem do Estadão, publicada em 6 de janeiro de 2011, informando que a mudança do ex-presidente seria levada para o sítio dele em Atibaia.

Nada do que a defesa de Lula diz se sustenta.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200