ACESSE

“Não sei até quando o pessoal vai se controlar”, diz líder dos caminhoneiros

Telegram

Com o novo aumento no preço do diesel anunciado pela Petrobras, um dos principais líderes dos caminhoneiros, Wanderlei Alves, disse temer “uma revolta” na categoria.

“Tenho conversado com o ministro Tarcísio [Gomes, da Infraestrutura], e ele tem se mostrado comprometido com a fiscalização da tabela de frete, cumprido com a promessa dele. Eu estou mostrando isso para os colegas. Mas é muita indignação. O ministro está se esforçando, dá pra notar. Mas não sei até quando o pessoal vai se controlar”, afirmou ao Congresso em Foco.

Moro na linha de tiro: o ex-juiz que virou ministro vai suportar o jogo pesado de Brasília? LEIA AQUI

Comentários

  • Uirá -

    O que não falta no Brasil é caminhoneiro, tem que tirar os caminhões mais antigos de circulação, eles só servem para jogar o preço do frete pra baixo, além serem mais poluentes.

  • Eduardo -

    O problema não é nem o preço do combustível da Petrobrás. São os imensos valores que os estados cobram de ICMS. E não vejo camioneiros pressionarem os estados e seus deputados e senadores.

  • joarez -

    Povo conformado como a opinião destes empresários este pais nunca ira melhorar infelizmente.

Ler 140 comentários