“Não tem qualquer validade jurídica”

José Robalinho Cavalcanti, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, se diz pego de surpresa pela atitude de Lula de recorrer à ONU.

Em instantes, ele deve se pronunciar oficialmente, mas antecipou ao Antagonista que o gesto da defesa do ex-presidente “não tem qualquer validade jurídica”.

“Não existe isso.”