ACESSE

"Não tenho garantia nenhuma"

Telegram

Marcelo Ramos, presidente da comissão especial da reforma da Previdência, defende que o relatório de Samuel Moreira seja apresentado no início de junho, mas deixa claro que não há garantia desse prazo.

“Quando falo mês de junho, tenho como parâmetro a proposta do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de votar no plenário em julho. Mas não tenho garantia nenhuma, porque isso depende de um elemento externo à minha vontade, que é a capacidade do governo de mobilizar os votos.”

A ideia é não levar a reforma para o plenário sem a garantia dos 308 votos necessários para aprová-la.

Moro enfrenta percalços da política e sabotagem do Congresso. CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários