“Não vai mais haver lava jatos”

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima disse ao Estadão que a lei sobre o abuso de autoridade representa um golpe contra a Lava Jato:

“A aprovação da lei de abuso de autoridade pode significar o fim da Lava Jato, inclusive eu pessoalmente, se essa lei for aprovada, não vou continuar”.

E por qual motivo?

“O texto do projeto tem por finalidade principal criar constrangimento para quem investiga situações envolvendo pessoas poderosas, especialmente empresários e políticos. Nós não vamos ficar a mercê, como já acontece hoje com as inúmeras representações que a gente recebe, de ações penais privadas propostas por qualquer um que se sinta incomodado”.

Carlos Fernando dos Santos Lima sabe muito bem como isso funciona. Ele próprio foi alvo de uma representação movida por Lula, pedindo seu afastamento.

Ele prosseguiu:

“É uma lei absurda. Justificam que a proposta é para punir a ‘carteirada’, mas ela não está lá no texto.

O que uma lei dessa vai propiciar é um esquema – e aí está a inteligência do negócio – no qual não vai haver mais lava jatos de nenhuma espécie. A não ser que a pessoa arrisque sua vida pessoal e profissional. Porque ela vai ser ameaçada por corruptos e bandidos em geral, porque vai estar exposta a todo tipo retaliação. Eu posso sofrer uma ação penal privada, é um absurdo”.

Faça o primeiro comentário