Não vai mudar

Do senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), há pouco, da tribuna do Senado, referindo-se à insistência do PT em invalidar as pedaladas:

“O discurso do PT é o mesmo”.

Não espere nada diferente, senador.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 21 comentários
    1. Então quer dizer que no fundo, os globais defendem o desgoverno vermelhinho não pela causa, mas pelo CAPITALISMO INDIVIDUAL? Interessante. A causa é apenas UM SUBTERFÚGIO para embolsarem a grana da população. Vão trabalhar, seus F..D..P. Eu me fu……den……do de trabalhar para pagar imposto e essa gente só sugando meu $$$. Já pensaram quando abrirem os arquivos da Ditadura Militar e lá, constar o LULA como agente duplo? Uma obra do Golbery? Como disse o Chico de Oliveira no Roda Viva” Lula não tem caráter”. ou como disse o Lula ” nunca os banqueiros ganharam tanto como em meu governo”.

    2. A Dona Dilma ficou com um cachorro da raça Labrador que pertencia a Zé Dirceu. Vai ver o cachorro tava recendo propina para seu antigo dono. Recebia, tirava a parte que lhe cabia para comprar ração, alguns petiscos e pagar 4 banhos mensais no pet shop e o resto repassava para o dono que estava no xadrez.

    3. O diabo mora nos detalhes. Empresas desconhecidas podem se tornar famosas. Em meio a tantos malfeitos, Betto do B tinha de aparecer um dia. O exegeta embusteiro jamais trairia a revolução.

    4. Conforme Jucesp em 22/04/2016: Labrador Filmes, CNPJ 08.266.544/0001-01, Nire 35220853672, aberta em 28/08/2006, capital social R$ 1.000,00, sócios Lucas Cifani Pacheco (50%) e Denise Patarra (50%), que se retirou da sociedade em 23/04/2018. Em 19/02/2010 ingressa na sociedade Iraci Piazza Ribeiro (1%) e em 03/11/2015 admitida Daniela Batista Pacheco (1%)

    5. Tudo é frágil, inclusive a democracia, em um país sem um minimo percentual de educação! Somos uma nação repleta de analfabetos e analfabetos funcionais. Um povo alienado que ri de toda desgraça e não se omite de pular carnaval apesar de toda miséria circundante. Aliás, a microcefalia sempre foi pujante com ou sem zyka ! Para não comentar, claro, a tendência endêmica de cooptar em corrupção ou apoiar corruptos que lhes dê algum tipo de vantagem, indiferentes ao claro prejuízo da maioria. O investimento em boa escolaridade é o caminho essencial para sanar as mazelas decorrentes.

    6. Nomes !!! Lista de nomes!!” O caviloso “frei”Beto está em todas. Sabe de muitas coisas além do botox da signora LULONE. Era o confessor da família. Aquele professor de jornalismo da PUC e blogueiro do UOL deve estar fora???

    7. Quer dizer que além da grana da Lei Rouanet, que é legalizada, ainda levam dinheiro desviado pela corrupção ? Hummmm… Por isso tem tanto artista defendendo esse desgoverno!! Entendi???? Mas…. Se isso de fato acontece, são cúmplices, não são não? Como eles justificam a entrada da grana no projeto na contabilidade? Doações? Hummmm….. sei não! !!!

    8. Nós também nos interessamos. Questões menores explicam muitas coisas, muitos apoios, muitas bravatas , e a implantação da teoria petista, com instrumentos para fazer cabeça de muita gente, principalmente dos jovens!

    9. O diabo usa de vários esquemas para iludir os seres humano, Frei Beto é uma delas, admirador dos piores ditadores que existem, está condenado a viver eternamente com o seu chefe no fogo do inferno pois nunca vai se arrepender de seus pecado pois acredita sinceramente que é um futuro santo da igreja.

    10. Estamos aguardando a relação completa dos jornalistas pagos pelo governo. E outra…este fio que conduz à corrupção via publicidade daria em uma outra Lava-Jato…qual Juizo se habilitaria? porque, sem dúvida, foi via propaganda que o governo se sustentou até hoje. Não é possível que nós possamos dizer coisas óbvias aqui(que a questão da Previdência, por exemplo, é uma questão de matemática, de aritmética) quando a maioria dos jornalistas falam em “corte de direitos”. Não é possível tanto silêncio da mídia. E de artistas e tanta gente. Algo em tudo isso passa por favorecimentos.