“Não vai ter mais esse tipo de questão no Enem”, diz Bolsonaro

Jair Bolsonaro, em sua live, disse que está escolhendo com calma o ministro da Educação, pois quer alguém alinhado.

Ele comentou que o Enem do próximo ano não terá questões sobre “ideologia de gênero” ou gírias de transexuais.

“Não vai ter questão desse tipo no Enem. Vamos ver a prova antes”, diz. Segundo Bolsonaro, escola não é para ensinar “ideologia de gênero”.

“Que importância tem isso? Se você quer sair com homem, vá ser feliz. Quer liberar o dele, libere o dele. Mas não fique obrigando os alunos na escola. Somos um país conservador.”

 

Um lobista já é apontado como fonte de problemas do futuro governo Bolsonaro. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 100 comentários
    1. Analfabeto é você e o seu pai comunista de merda . Ou então a sua mãe seu petralha . Vão ter que aguentar , sofrer , bufar , reclamar , chorar por 4 anos , no mínimo !!! Chora petralhada !!!!

    2. Tivemos um analfabeto total dando pitacos na educação brasileira durante 13 longos anos. Era um sujeito que gostava de usar a palavra ” menos ” toda hora. Ele levou a educação pro ralo total, le

    3. Quem eh analfabeto? O presidente que se formou na Academia de Agulhas Negras? Vai ter que estudar de verdade agora comuna.

  1. Se quer dar o seu que dê a vontade, até estourar as pregas pois é problema seu, mas, deixem nossas crianças continuar angelicais na sua pureza e inocência. Queimem suas rocas e sejam felizes.

  2. Tem que esconder das crianças e seus pais o “DECÁLOGO DE LENIN”, senão eles vão descobrir logo de cara o que os governos comunistas do PT tentaram fazer com nossa infância e juventude.

    1. E a fila. Eu realmente não era fã do Bolsonaro, votei nele porque odeio o PT e afins, mas ate que ele esta me surpreendendo…

  3. Um absurdo a questão do ENEM que fala no negócio (cueca, calcinha, sei lá) onde o gay coloca sua genitália. Isso não interessa à sociedade, bem como gírias de traficantes, de ladrões

    1. Sérgio, se você quiser queimar a rosca, que queime. O que não pode é querer ensinar em sala de aula que todos devem queimar a rosca. Entendeu, analfa?

    2. Burrinho, não tem nenhuma relação do q ele falou com o direito de opção sexual ou casamento , ou conyrato Civil, entre pessoas do mesmo sexo. Quer q desenhe?

  4. É isso aí, a América Latina e os Estados Unidos já se levantaram contra essa ideologia nefasta de gênero. Não gosto nem ouvir falar no nome, para mim é palavrão que seve ser jogado na latrina.

  5. Finalmente vai acabar a veadagem institucionalizada nas escolas e nos centros culturais do país. Também na grande midia! Uma minoria que se acha iluminada por Deus, por isso especial.

  6. OU ENFRENTAMOS TUDO ISSO COM CORAGEM,ou sucumbimos as vontades a aos desejos da ideologia esquerdista comunista socialista. Pessoal, haverá choque,resistencia, e vamos ter que escolher o que queremos

  7. Simples assim. Não dá pra bagunçar tudo, liberar geral. Acredito que as pessoas que tem uma opção diferente, minoritárias, achem bem melhor serem discretas, pois assim vivem em paz.

  8. Perfeito! NÃO preciso praticar sexo com minha esposa nas ruas, durante uma “manifestação” qualquer, nem falar o que fazemos, nem citar coisas íntimas, só para Mostrar q somos heteros…

  9. Não temos nada contra as preferências sexuais de cada um. O que não pode é a escola deixar de ensinar conteúdo curricular, para enfiar ideologia de genero nas crianças e jovens.