"Não vamos mais aceitar que Brasília trate esta crise por procuração"

Suely Campos (PP), governadora de Roraima, comemora a liminar que suspendeu a entrada de venezuelanos no estado.

“É uma decisão que respeita o sentimento de todo um estado. Somos nós quem estamos lidando com as consequências de uma tragédia social em nossas fronteiras com a total omissão do governo federal.”

A chefe do Executivo local lembrou que desde maio o governo exige o fechamento temporário da fronteira e mais recursos da União para minimizar o impacto nos serviços públicos.

“Não vamos mais aceitar que Brasília trate esta crise migratória por procuração.”

Comentários

  • Raimunda -

    Está correta. O Brasil já tem dezenas de milhões de refugiados internos, brasileiros que precisam do Governo. Os venezuelanos precisam resolver a situação deles lá.

  • Surdo, -

    O desastre da aventura bolivariana da Venezuela tem que ser resolvidos pelo povo venezuelano e por seu líder que já está maduro o suficiente para despencar. "Cada povo tem o governo que merece".

  • Brasil -

    E alguns ainda querem chamar Jair Bolsnaro e Trump de xenófobos. Ajudar, de maneira emergencial e momentaneamente, tudo bem, mas o objetivo tem que ser reenviar a maioria e ficar com os legalizados.

Ler 10 comentários