Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Não vou recuar um milímetro", diz Otoni, após buscas

Após saída da Polícia Federal de sua casa, deputado federal fez uma live em que comentou a apreensão de seu celular e do notebook
“Não vou recuar um milímetro”, diz Otoni, após buscas
Reprodução

O deputado bolsonarista Otoni de Paula fez uma live há pouco no Facebook, após a saída dos agentes da Polícia Federal de sua residência, onde apreenderam seu notebook e o celular. Ele é um dos alvos da ordem de busca e apreensão expedida por Alexandre de Moraes, a pedido de Lindôra Araújo. 

Na transmissão, disse que não vai recuar “um milímetro”. “Não muda em nada a minha vida. Não vou deixar de falar o que falo, de pensar o que penso.”

Para o parlamentar, “estamos vivendo num estado de exceção” e voltou a chamar Moraes de “déspota”. “Não temos medo da tirania, seja ela de quem for, inclusive, do senhor tirano, ministro Alexandre de Moraes. Que vergonha.”

“Hoje em dia ele tem a autoridade, a prerrogativa de prender todos aqueles que ele acha que tem que prender, que ele acha que ameaçam a democracia.”

Otoni ressaltou que a PF não encontrou joias nem dinheiro em sua casa, pois não é “bandido”. “Não tem como ser político e ficar rico, não tem como ser pastor e ficar milionário. Se ficar, é bandido.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....