Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Natalia Pasternak diz à CPI da Covid que Bolsonaro estimulou comportamento de risco na pandemia

A pesquisadora criticou as manifestações do presidente da República contrárias às determinações da OMS
Natalia Pasternak diz à CPI da Covid que Bolsonaro estimulou comportamento de risco na pandemia
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A microbiologista e pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP) Natalia Pasternak afirmou há pouco à CPI da Covid que as manifestações negacionistas de Jair Bolsonaro estimularam comportamentos de risco por parte da população ao longo da pandemia do novo coronavíurus.

“Ele [Bolsonaro] tem uma responsabilidade ao se colocar publicamente porque pessoas o seguem, pessoas acreditam nele. E quando ele aparece sem máscara desdenhando a pandemia, fazendo pouco das pessoas que morreram, e mostrando total falta de empatia com o luto dos brasileiros, ele confunde as pessoas”, disse a pesquisadora.

“Ele leva a uma ilusão de que está tudo bem. Que está tudo normal. Afinal, é só uma ‘gripezinha’ e ‘chega de mimimi’. E isso faz com que as pessoas assumam comportamento de risco e coloquem a sua vida e a vida dos próximos em perigo. Comunicação é essencial e negacionismo mata”, completou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO