Negamos veementemente

Dois homens da região separatista da Tchetchênia foram presos pelo serviço secreto da Rússia, suspeitos de terem matado o líder oposicionista Boris Nemtsov.

O Antagonista nega veementemente que separatistas sirvam de bodes expiatórios para crimes políticos cometidos na Rússia de Vladimir Putin.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200