Nelson Barbosa e a “síndrome do Titanic”

Nelson Barbosa assumiu o papel de maestro da orquestra do Titanic, enquanto a água invade o convés:

“Hoje, houve uma mudança da avaliação de risco, por parte de uma agência, mas isso não muda a nossa trajetória, a nossa trajetória de recuperação da economia brasileira, de construção de um reequilíbrio fiscal. E mais importante: o governo brasileiro continua a honrar todos os seus compromissos, continua a honrar todos os seus contratos.”

“As pessoas podem ficar tranquilas que isso é apenas a avaliação de uma agência de risco, que é importante, nós trabalhamos para ter sempre e melhor avaliação por parte do mercado e também por parte de todos os agentes da economia.”

“Nós estamos numa fase de transição, numa fase de travessia, num momento de dificuldade econômica. Momento de dificuldade econômica já ocorreu no Brasil no passado, momento de dificuldade econômica que outros países já atravessaram. E nós vamos nos recuperar desse momento. Eu tenho certeza que essa avaliação que foi feita hoje será revertida na medida que as condições econômicas melhorem.”

O Antagonista avisa que não há botes para todos